Fim de ano, pronto para uma vida nova?


Novos planos? Novas expectativas sobre si mesmo? Já pensou no que quer fazer de diferente? Todo ano é isso mesmo, você acha que nada pode melhorar? Onde está a sua força de vontade de querer grandes mudanças? Já fez uma recapitulação sobre as experiências passadas que deram certo e as que você não quer que se repitam?
Já pensou que fazer algo diferente pode ser o caminho para que novas e boas situações apareçam para você? Sair de seu padrão de pensamento e de comportamento pode ser uma grande solução para o que você tanto quer conseguir e nem mesmo tem coragem de falar sobre o assunto. 
Esperar no mesmo lugar e fazer exatamente as mesmas coisas são justamente atitudes que não vão trazer nada de bom. Medo do novo? Do que pode acontecer? Será que não há uma solução mais fácil e melhor ao mesmo tempo? Então, por que não dar mais força ao que pode acontecer de positivo e bom ao invés de esperar sempre que algo ruim aconteça e, assim, se armar achando que vai se proteger contra qualquer mal?
Não esperar nada de bom é o mesmo que dar forças para que algo de ruim nos aconteça. Não ter planos é o mesmo que murchar sem expectativas de vida e ela só acaba quando deixamos de acreditar que podemos viver ao invés de empurrá-la com a barriga.
Tem gente que não curte a vida com medo de que depois das alegrias demonstradas, venham ondas de inveja... Quanta força se dá para que o mal possa a vir a acontecer? Quantas vezes você deixou de sorrir querendo disfarçar o quanto estava feliz com o que acontecia em sua vida? Que péssima escolha você fez, não? Já não seria uma boa opção mudar essa atitude com você mesmo?
Deixar para aproveitar a vida só no futuro é também não conviver com o presente, é simplesmente afirmar para si mesmo que “não se pode ser feliz do jeito que a sua situação está”. Isso não seria se maltratar, pisar sobre quem você é no momento, acreditando que essa sua atitude vai te fazer se esforçar para conseguir o que quer no futuro? Quanta ilusão e maldade com você mesmo, não?
Para que as boas novas cheguem, jogue esse padrão de comportamento fora. Estabeleça seriedade, mas sem perder a alegria de saber estar aqui, no presente, no que está realmente acontecendo em sua vida.
O que é garantido se você mudar? Com toda certeza, apenas podemos afirmar a chegada de um novo olhar sobre a vida, novas maneiras de sentir e experimentar as possibilidades de ser você mesmo. Ser mais intenso é ser mais verdadeiro consigo mesmo, sem precisar de truques para disfarçar o quanto não está nada bom em sua vida. Além disso, ser quem você é de verdade é simplesmente não precisar fugir de armadilhas, porque elas nem sequer chegam perto de pessoas que estão cheias de si mesmas, convictas de que podem e merecem se fazer felizes com o que são por dentro, sem medo de se expor, de serem boas também por fora.
Para terminarmos bem o ano e iniciarmos um novo ano, precisamos também nos permitir os livrar do que não foi tão bom assim, mas que aconteceu em nossas vidas.  Precisamos aceitar o que passou para não ficarmos presos lá atrás... Passou, doeu, aprendemos e pronto, cá estamos para novas oportunidades de aprendizado e que elas sejam cheias de alegrias e surpresas maravilhosas!

Comentários

  1. Um dos melhores posts deste blog.
    U-A-U!
    Deu no que pensar.
    Beijos, Bruna, e um ano excelente para você! :)
    Marta

    ResponderExcluir
  2. Oi Marta! Muito obrigada! Fico feliz por saber que você tenha gostado deste post!

    Grande abraço e que 2012 seja maravilhoso para você!!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Intransigência, um grande mal para os relacionamentos

Quando a cabeça não pensa, o corpo padece mesmo!

Por que as pessoas fogem de relacionamentos mais sérios?