Pessoas Guerreiras




                  Muita gente não sabe, mas é uma pessoa guerreira, não dessas pessoas que vemos em histórias de mitologia, mas são pessoas que conseguem viver entre combates e sobreviver a muitos deles aprendendo a ser cada vez mais forte. Sabia?
                   Eu conheço muitas pessoas assim, que poderiam até inspirar filmes de tão lindas as suas histórias de vida porque contam como sobreviveram ao caos que foi ter que lidar com a negligência de pais que nem mesmo eram presentes em momentos bons da vida dessas pessoas guerreiras e inclusive aqueles pais que acham que podem substituir amor por algum presente.
                    Sem falar dos casos em que as pessoas saíram de situações de real falta de tudo mesmo e deram a volta por cima. A elas, eu dedico meus sinceros parabéns porque não são qualquer tipo de vencedoras. Se posicionar na vida exige primeiramente autoconfiança e isso é algo que precisa de investimento dado por alguém, de acordo com a Psicanálise. Mas confesso que já vi muita gente que já superou essa teoria e deu um show à parte!
                    Ser guerreiro não exige de nós sair por aí com a ânsia de lutar com todo mundo porque queremos vencer na vida. Podemos ter uma atitude pacífica, de amor, de entendimento de que o outro ainda não atingiu a nossa capacidade de absorção das lições que a vida nos dá e que um dia ele pode aprender.
                    Quando eu olho nos olhos de uma pessoa guerreira contando seu passado e seu presente e o quanto foi sofrido seu caminhar, sinceramente não foco na tristeza e sim na extrema força que existe dentro dessa pessoa e o grande aprendizado ter surgido na vida deque ela teve e pode espalhar para outras pessoas como um exemplo. Outra coisa interessante é que sempre observo que as pessoas guerreiras têm uma visão positiva sobre suas próprias vidas, trazem uma conclusão mostrando que lidaram muito bem com o que se passou e que percebem ter passado por uma boa experiência.
                    Lógico que todos os guerreiros têm suas fragilidades, assim como todos os outros mortais porque somos de carne e o interessante é perceber que geralmente essas pessoas são mais humildes em afirmar que as têm e aceitam ajuda quando precisam de alguém, o que é extremamente importante para fortalecer seus superpoderes.
                      Um guerreiro não se limita a ser apenas um guerreiro, é um humano comum no dia a dia. Ele pode passar de forma transparente no ambiente em que vive porque as pessoas muitas vezes já se acostumaram às suas habilidades fora do comum ou até nem mesmo nunca se questionaram se ele tem mesmo algum diferencial. Mas as pessoas ao redor sentem que no fundo o guerreiro tem um grande potencial, muito maior do que qualquer pessoa mimimi porque ele não se limita a reclamações.  Ele não fica no projeto, ele põe em ação sua vida, ele não perde tempo, ele acha tempo para tudo.
                       Mesmo se não houver o amor dos mais próximos, mesmo assim, ele pode ir além porque ele descobre o caminho dentro dele para se amar e ter interesse em amar os outros e ser amado e isso pode acontecer até se ele não entende o motivo de não ter sido muito amado no ambiente familiar. Mas ele é um guerreiro e nada para ele, nem esse empecilho o para.
                       Então, quando você tiver pensando nos seus problemas atuais, sobre como agir, sobre o que você quer fazer de sua vida, pense nas pessoas guerreiras que você conhece e te inspiram. Elas também tiveram problemas no passado, no início de suas vidas ou até mesmo ao longo de sua vida adulta ou uma frustração que mexeu muito com ela. Reflita se você não é uma dessas pessoas guerreiras também, mas está adormecida por alguma razão, querendo desvendar seu caminho, seu poder para decidir o que você quer para si.
                       Você já se perguntou se você é um guerreiro ou uma guerreira? Pode ser que estamos falando de sua vida aqui, em poucas palavras, de suas atitudes, de como você encara a vida de frente mesmo com seus altos e baixos, mas vamos lá, nem tudo é perfeição mesmo! É preciso correr mesmo, batalhar para existir a cada dia sendo quem somos de verdade, nos assumir como somos e deixar fluir nossos pensamentos e atitudes da melhor maneira possível para nos ajudar a conquistar nossos sonhos e que eles sempre nos guiem!

Quer continuar acompanhando meus artigos e saber mais sobre meus atendimentos? Acesse o meu site www.brunarafaele.com.br e se cadastre para receber as novidades. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Intransigência, um grande mal para os relacionamentos

Quando a cabeça não pensa, o corpo padece mesmo!

Como escrever a sua própria história